segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Mudanças - Pregação 14/10/12

Tema: “Mudanças”
Texto: Gn. 32:22-32.
·        Existe um ponto em comum entre Jacó e nós: o desejo por mudança.
·        Quando eu olho para a história de Jacó, mas precisamente esse momento eu vejo um homem desesperado por mudança.
·        Que tipo de mudança você gostaria de fazer na sua vida hoje?
·        A palavra mudança vem do Latim MUTARE, “trocar de lugar”, “trocar de posição”.
·        Essa é uma palavra para todas as pessoas, mas especialmente para aqueles que não estão satisfeitos com seus estilos de vida.

·        Eu irei dividir essa mensagem em 3 momentos:
·        Quando mudar?
1.     Quando Deus der uma direção.
·        Obs.: a direção de Deus nunca irá quebrar princípios.

2.     Quando a vida vira um circulo.
·        Quando desejo viver algo novo. Quando os resultados são os mesmos há muito tempo.
·        Quem faz o que sempre fez, terá o que sempre teve.
·        Saia da rotina, inclusive da rotina religiosa.
·        Se você deseja algo novo, faça algo novo.

3.     Antes da dor chegar.
·        A dor não é um indicador de que você deve mudar, ela indica que você já deveria ter mudado.
·        A dor indica a desordem. Não espere a dor para mudar.

4.     Quando não há paz.
·        Quando você acorda e sente que algo estar faltando, você ver as conquistas, mas, ainda assim falta algo.
·        Existe uma paz que não acompanha o homem só por que ele é crente, mas sim por ele estar no centro da vontade de Deus.
·        Ex: Jonas a caminho de Tarsis não deixou de ser um crente, na verdade continuou sendo um profeta, mas na direção errada.
·        Tem muita gente como Jonas, não deixou de ser crente, mas estão na rota errada, por isso que você acorda todo dia e sente que estar faltando algo.

·        Como mudar? As leis universais da mudança.
1.     A lei do reconhecimento.
·        Toda mudança consciente e positiva passa pela mente. (Rm. 12:02).
·        A pessoa que comete erros e não consegue assumi-los e mudar de atitude, faz de sua vida um campo de batalha. (Roberto Shinyashiki).
·        A lei do reconhecimento não vale só para o reconhecer os defeitos, mas as qualidades, as circunstancias e as pessoas.
·        Ex: Jesus e os ladrões ao lado da cruz. Um reconhecer Jesus outro não o reconhece.
·        Ex: Davi reconhecer a autoridade de Saul, mas Saul não reconhece o chamado de Davi.
·        Ex: Eva não reconheceu a voz de Satanás, ela pensou ser a voz da serpente.
·        Toda voz contraria a de Deus com certeza é a de Satanás usando alguém.

2.     A lei da revolta.
·        Revolta aqui não é sinônimo de rebeldia, mas de inconformação.
·        Revolta fala de confronto. Ex: Jacó foi confrontado pelo anjo: qual o teu nome? Jacó. Essa foi à resposta de Jacó, e a nossa?
·        Nem tudo que se enfrenta pode ser modificado, mas nada pode ser modificado até que seja enfrentado. (Albert Einstein).
·        Se você deseja que a grande mudança aconteça se revolte contra a pessoa certa, e talvez a pessoa certa não seja o inimigo, mas o inimigo seja uma magoa guardada há tantos anos no coração, ou o temperamento nunca submetido ao governo do Espírito Santo, ou velhos hábitos nunca tratados por que sempre foram escondidos.
·        A revolta é a mãe de todas as mudanças. Jacó estava revoltado, ele não suportava mais aquela roda. Ele brigou com Deus. Não sei se você já brigou com Deus, eu já algumas vezes. Não brigue contra Deus, brigue com Deus.
·        Ex: foi a revolta de um homem chamado Moisés que libertou uma nação oprimida a anos pelo Egito.
·        A revolta liberta o teu propósito. O que te revolta é um indicio do teu propósito.

3.     A lei da renuncia.
·        Toda mudança passa pela lei da renuncia.
·        O que você precisa renunciar hoje?
·        Renuncia só é renuncia se for voluntario se for uma decisão pessoal.
·        Jesus disse: se alguém quiser vim após mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.
·        O teu nível de renuncia determinará teu nível de autoridade.
·        Se há uma coisa que o diabo deseja é tirar nossa autoridade, chega um momento que ele percebe que nos tirar da igreja é difícil então ele tenta tirar nossa autoridade.
·        A nossa autoridade não estar ligada ao nosso título, ou ao nosso conhecimento ou a nossa experiência, mas ao nosso estilo de vida.
·        “Suas atitudes falam tão alto que eu não consigo ouvir o que você diz.” (alguém).

4.     A lei da disciplina.
·        Disciplina fala de desconstrução e construção de hábitos.
·        A palavra discípulo e disciplina tem o mesmo radical, por que disciplina faz parte do discipulado.
·        É preciso disciplina para se construir um bom hábito, e talvez seja preciso mais disciplina ainda para se desconstruir hábitos errados.
·        Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. Disciplina, então, não é um modo de agir, mas um hábito. (Aristóteles).
·        Crie um hábito e o hábito criará você.

5.     A lei do socorro.
·        Quando pedimos socorro? Quando nós reconhecemos a necessidade da ajuda de alguém.
·        É onde entra a figura de Deus.
·        Foi o que aconteceu com Jacó.
·        Na crise não se isole, pois o isolado é fadado ao fracasso. Busque ajuda de Deus e de homens de Deus também.

·        Por que mudar?
1.     Por que Deus deseja cumprir seu propósito em nossas vidas.
·        Por que Deus tira Abraão da sua cidade? R= por que havia um propósito.
·        Deus pensou em gerar uma grande nação, então Ele procurou um homem disposto a mudar: Jacó.
·        Deus estar procurando homens dispostos a mudar. Eu profetizo que da sua mudança pessoal brotará uma grande multidão.

2.     Por que outros aguardam essa mudança.
·        Mudanças internas precedem mudanças externas.
·        Ex: a mudança de mentalidade de Jonas gerou a salvação de uma cidade.
·        Existem pessoas aguardando a sua mudança de mentalidade.

“Mudança é uma porta que só abre pelo lado de dentro”
“Seja você a mudança que deseja ver nas pessoas”

Um comentário:

  1. Gostei...


    ___________________________

    prjoserenaldo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir